domingo, 24 de janeiro de 2016

Vigilância notificou oito casos da doença, sendo cinco suspeitos 
Infectologista orientou profissionais de saúde


 A Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica de Catanduva, desenvolveu uma capacitação com profissionais da Saúde sobre o protocolo de atendimento aos pacientes com suspeitas de Influenza A/H1N1, neste final de semana, no Centro de Zoonoses.
A capacitação, ministrada pelo médico infectologista Ricardo Santaella, teve como objetivo orientar sobre os procedimentos e cuidados com pacientes com os sintomas da gripe.
De acordo com a Secretaria, Catanduva teve neste mês de janeiro oito casos notificados da doença; destes, três foram confirmados positivos e cinco são suspeitos.
Ainda neste mês, foi confirmada na região, a primeira morte causada pela gripe suína,  vítima é uma mulher de 38 anos, moradora de Tabapuã. A paciente chegou ficou internada no Hospital Padre Albino, onde há mais casos confirmados da doença e morreu no dia 14.
Segundo assessoria, no ano de 2015 a Secretaria de Saúde catanduvense desenvolveu a campanha de vacinação, de abril a novembro e imunizou 23.648 pessoas.

SINTOMAS
Os sintomas da Influenza A são muito parecidos com os da gripe comum, por isso é necessário ficar atento a febre acima de 38ºC, tosse e dificuldade respiratória, acompanhada ou não de dor de garganta, ou de manifestações gastrointestinais, dor de cabeça, dores musculares, nas articulações e tosse.
A febre é um dos sintomas mais recorrentes, presente em 92% dos casos. No surgimento de qualquer sintoma, recomenda-se procurar o médico de confiança ou a unidade de saúde mais próxima.

Crédito de Imagens: Prefeitura de Catanduva/Assessoria de Comunicação