quinta-feira, 10 de março de 2016



Fundação Padre Albino precisa de R$ 6 milhões para terminar o Serviço de Radioterapia


A Fundação Padre Albino lançou no dia 25 de fevereiro, a campanha do Hospital de Câncer de Catanduva (HCC). A campanha de captação de recursos junto à sociedade objetiva o término da construção do Serviço de Radioterapia, iniciada em maio de 2013 em área no Hospital Emílio Carlos.

O presidente da Diretoria Administrativa da Fundação, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante, explicou que precisa ficar claro que a Fundação não construirá um hospital especializado no tratamento de câncer. “Estamos construindo um Serviço de Radioterapia que, junto aos demais serviços oferecidos à população – tratamento ambulatorial, imunologia, hormonioterapia, quimioterapia e cirurgia - fecha o ciclo de tratamento e compõe o Hospital de Câncer de Catanduva, cuja referência é o Hospital Emílio Carlos”, disse. E continuou: “Com esses serviços prestados hoje à população de Catanduva – mesmo sem a Radioterapia – a Fundação Padre Albino já está credenciada pela Rede Hebe Camargo, programa ainda a ser implantado em todo o Estado de São Paulo que só aceita instituições que fazem o ciclo completo de tratamento oncológico”.
Para finalizar a Radioterapia e entregá-la para utilização dos pacientes através do SUS, a Fundação Padre Albino precisa de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) para a instalação do sistema de ar condicionado, gás medicinal, serviços complementares de instalação e acessórios para o acelerador linear, tomógrafo, mobiliário, paisagismo da área externa, comunicação visual, informática e estrutura metálica para interligação entre o Serviço e o Hospital Emílio Carlos e a diferença do custo do acelerador linear.

Com a verba de R$ 1.727.546,47, cujo extrato de convênio foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 19 de agosto de 2014, mas liberada pelo Governo do Estado em setembro de 2015, a Fundação Padre Albino retomou as obras, com a instalação de portas, piso, forro, das redes elétrica e hidráulica, louças e pintura interna e externa.

A população pode fazer doação com cartão de crédito, através do site www.abracehcc.com.br na opção DOE AGORA, e também por depósito no Bradesco. A campanha tem o apoio da imprensa de Catanduva e região e está sendo veiculada em emissoras de rádio, tevês, jornais, sites, cartazes e revistas, entre outras mídias. O telefone de contato para mais esclarecimentos é (17)3311-3365.

 O Hospital de Câncer de Catanduva, cuja referência será o edifício da Radioterapia em construção, será uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia e estará estruturado para tratar, no mínimo, os cânceres mais prevalentes no país como mama, próstata, colo do útero, estômago, cólon e reto, entre outros. Ele atenderá Catanduva e os 18 municípios da microrregião e deverá ser concluído até meados deste ano. Com o equipamento que será adquirido, o Serviço terá capacidade para tratar de 100 a 120 pacientes/dia, dependendo do estágio e complexidade da doença.

Fotos: Fachada da ala em construção (divulgação)