quarta-feira, 6 de abril de 2016

Fundação esclarece sobre doações para o Hospital de Câncer de Catanduva


 Na última semana, a  Fundação Padre Albino teve o conhecimento de que pessoas estão percorrendo residências de Catanduva pedindo dinheiro para o Hospital de Câncer da unidade, que está em andamento. 
Para evitar aplicação de golpistas, a Fundação por meio de nota informou que possui setor próprio para captação de recursos. "Nas solicitações de doação feitas pelo Telemarketing, os funcionários se identificam e a pessoa que vai à residência entrega recibo impresso, em nome da Fundação, emitido por máquina semelhante à de cartão de crédito. A Fundação não terceiriza este serviço", detalha.

 O presidente da Diretoria Administrativa da Fundação, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante informa que, além do Telemarketing, ninguém mais está autorizado a solicitar ajuda financeira para o Hospital de Câncer de Catanduva, pois não autorizou terceiros a fazê-la e que, portanto, estão usando o nome da entidade indevidamente.

 Com o lançamento do Hospital de Câncer de Catanduva (HCC), todas as campanhas desenvolvidas pela Fundação Padre Albino estão direcionadas para este fim. Recentemente foi formada a Rede de Colaboradores do HCC, que já está fazendo promoções, no caso os Cafés Solidários e outras em organização. No entanto, os “Colaboradores HCC” não estão pedindo doações no comércio, nem nas residências, mas são autorizados formalmente a atuar em nome do Hospital de Câncer e serão identificados através de crachás nos eventos e promoções sob a responsabilidade deles.


 As pessoas interessadas em ajudar o Hospital de Câncer de Catanduva têm as seguintes opções:

01 – pelo site www.abracehcc.com.br, na opção DOE AGORA, com cartão de crédito.

02 – Depósito no Bradesco, agência 3499-1, conta corrente 333000-1.

03 – Por telefone, até 19/04/16, através do 0500, três opções de doação: 0500-2016-015 (R$ 15,00); 0500-2016-030 (R$ 30,00) e 0500-2016-050 (R$ 50,00).

04 – pelo telefone 17 – 3311-3365.