segunda-feira, 4 de julho de 2016

Espera-se que com o retorno das atividades, os prazos para emissão de documentos devem gradativamente voltar à normalidade


O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) informou por meio de nota que os servidores decidiram suspender a paralisação iniciada em 20 de junho.
De acordo com nota, as categorias votaram pela suspensão da paralisação após negociações com o órgão. Ficou acordado que serão criados grupos de trabalho, formados por representantes dos servidores e do órgão, para analisar as reivindicações. O desconto feito na folha de pagamento pelos dias não trabalhados será ressarcido mediante compensação.
Com o retorno desses profissionais ao trabalho, os prazos para emissão de documentos devem gradativamente voltar à normalidade.
Os agentes e oficiais de trânsito, cujos salários são, respectivamente, de R$ 4.500 e R$ 1.800, são empregados públicos contratados pelo regime celetista. Esses profissionais ingressaram no Detran.SP por meio de  concurso público realizado em 2013. Os oficiais administrativos tiveram, desde 2013, 80,2% de reajuste em seus vencimentos, que passaram de R$ 1.059,70 para os atuais R$ 1.908,00.

A reivindicação de vale-refeição, no valor de R$ 23 por dia, já foi atendida para todos os profissionais. A licitação do benefício está em curso.