segunda-feira, 8 de agosto de 2016


Loja teve atividade suspensa no último domingo, 07, após oito meses de inauguração



Após oito meses de inauguração do conhecido atacarejo Maranhão,  a diretoria do grupo anunciou neste fim de semana, o encerramento das atividades da unidade.
De acordo com assessoria,  a decisão foi tomada mediante a atual crise econômica que vive o país. “Quando investimos em 2015, em uma época em que já se anunciava que haveria uma grande crise, quisemos dar nossa contribuição para a economia em geral e a de Catanduva em particular, na tentativa de aquecer o mercado e sustentar certo otimismo. Somos uma empresa genuinamente catanduvense e sempre tivemos consciência de nossa responsabilidade social. Mas, infelizmente, a expectativa não foi como prevíamos”, explicou a diretoria.
Com relação aos colaboradores, parte será realocada em outras empresas conhecidas. “Sempre acreditamos na força da cidade de Catanduva e pensávamos que juntos poderíamos enfrentar a crise econômica. Infelizmente, a crise foi mais forte, enfraquecendo o poder de compras das famílias e a capacidade de investimento das empresas. Nossa expectativa é que haja no Brasil uma mudança de mentalidade e de legislação para que a atividade empresarial não seja tão penalizada. Entendemos que a única maneira de melhorar a vida de toda a população seja o crescimento econômico, único produtor de empregos, impostos, bens e serviços. Acreditamos que o povo brasileiro entenderá a necessidade desta mudança de mentalidade e forçará os políticos a mudarem o comportamento e a legislação vigente. E, principalmente, confiamos em Deus para que 2017 seja melhor para todos nós catanduvenses. Sabemos que é um momento difícil, mas com a certeza de que as coisas irão melhorar em um futuro próximo”, completa a diretoria.