segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Em Ariranha, caso o indeferimento de Prefeito eleito seja mantida, uma nova eleição será feita


Juiz Eleitoral da Comarca Santa Adélia, Mateus Lucatto de Campos
O Tribunal Superior Eleitoral começa nesta terça-feira, 04, a julgar os recursos eleitorais municipais. De acordo com assessoria, o TSE vai priorizar os recursos que tratam de prefeitos e vereadores impugnados pelo Tribunal Regional Eleitoral - TRE.
Segundo Sérgio Oliveira do TSE, o fato se deve a necessidade de regularizar as situações até 19 de dezembro (data limite para diplomações) .
O prefeito eleito, mas indeferido, se tiver a decisão mantida pelo TSE, haverá uma nova eleição.
Caso ocorrido no município de Ariranha, conforme explicou o juiz  Eleitoral, Mateus Lucatto de Campos, responsável pela comarca de Santa Adélia.
“ Aritmeticamente o candidato Joamir  seria considerado eleito, pois obteve maior número de  votos (4.591), entretanto, sua candidatura está subjudice (sob o juízo) do TSE, que irá decidir se mantém a  impugnação. Caso seja mantida impugnação, irei solicitar uma nova eleição para Ariranha”, explicou Campos.

SAIBA MAIS
Quando os processos ainda não tiverem definição, assumirão os presidente da Câmara de vereadores, e no caso de não haver julgamento até o mês de fevereiro, assumirão os novos presidentes da câmaras eleitos em 2016.