domingo, 15 de janeiro de 2017

Blitz de fiscalização da Lei Seca foi realizada entre a noite de sexta (13) e a madrugada de sábado (14)

Foto: Arquivo Detran SP
O Programa Direção Segura – ação coordenada pelo Detran.SP para a prevenção e redução de acidentes e mortes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção– autuou 25 pessoas em operação de fiscalização da Lei Seca realizada em São José do Rio Preto entre a noite de sexta,13 e a madrugada de sábado,14.

Durante as blitzes, realizadas na Rodovia Washington Luis, foram aplicados, ao todo, 579 testes do etilômetro (conhecidos por bafômetro).

No total, 20 condutores foram autuados por embriaguez ao volante e terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70 e responder a processo administrativo junto ao Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Cinco condutores foram autuados por terem se recusado a realizar o teste do etilômetro e receberão as mesmas penalidades citadas acima.

Sete desses motoristas, além das penalidades, responderão na Justiça por crime de trânsito. Eles apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do bafômetro. Se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.


Ação integrada – Lançado no Carnaval de 2013, o Programa Direção Segura integra equipes do Detran.SP, das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica. Pela Lei Seca (lei 12.760/2012), todos os motoristas flagrados em fiscalizações têm direito a ampla defesa, até que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seja efetivamente suspensa. Se o condutor voltar a cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado